Juíza Selma fala sobre combate à corrupção e da expectativa sobre seu julgamento no TSE

5

A senadora Juíza Selma (Podemos-MT) utilizou a tribuna do Senado no final desta segunda-feira (2) para falar sobre o trabalho de combate à corrupção e a expectativa sobre o julgamento do seu processo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), hoje (3), em Brasília.
“A corrupção é um crime muito mais grave do que um homicídio, latrocínio, um estupro, do que qualquer coisa. A corrupção mata milhares de pessoas e passa batida. Ela não tem um nome, não tem uma vítima. Num latrocínio você tem a vítima, o cheiro do sangue, a arma, a materialidade. A corrupção não tem isso, ela é volátil, é um mal que está aqui, uma nuvem negra que está nos cercando”, disse a parlamentar.
Selma destacou que está prestando um serviço ao povo brasileiro e ao estado de Mato Grosso e lembrou do apoio que recebe no seu estado em relação ao processo. “Cada um dos meus 678.542 votos, o que correspondeu à mais de 25% dos votos válidos do meu estado, cada um desses votos foi dado com essa intenção. As pessoas com quem eu converso, com quem eu encontro na rua não me criticam por estar sendo processada, elas me elogiam porque sabem o que está acontecendo. Então, ao invés de eu me sentir constrangida ou mal em falar sobre isso eu venho aqui e digo de cabeça erguida, estou sendo processada. O meu processo, foi um recorde como o senhor mesmo disse (fazendo referência a crítica do senador Eduardo Girão (Podemos-CE) sobre a celeridade na tramitação do processo da parlamentar) ”, pontuou.
A congressista disse ainda que, independente do resultado do seu julgamento, ela e todos que defendem o combate à corrupção sairão vitoriosos. “Talvez eu seja a única brasileira que não pode se queixar da lentidão da justiça. Em razão disso, a gente pode até prever que o resultado não seja positivo. Mas eu penso que, de qualquer forma, o resultado será positivo diante disso tudo. Vai trazer uma mensagem bastante positiva pra todos nós porque, se a justiça for feita, se os julgadores analisarem o processo com técnica, se eles abandonarem a vontade política de alguns que estão lá pressionando para minha cassação, eu vou sair vitoriosa, todos nós sairemos vitoriosos por termos visto a justiça prevalecer , mas se isso não acontecer, nós saímos vitoriosos de qualquer forma porque nós levamos daí uma lição muito importante, a lição de que toda luta ainda é pouca, a lição de que a gente precisa mesmo mudar esse país”, falou a parlamentar.

Confira na íntegra o discurso da senadora:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here